Poemas Luz

Para o Festival de Poesia de Madrid, o coletivo Luz Interruptus criou uma instalação que tinha como principal objetivo mostrar a importância em escrever cartas à moda antiga. Para isso, preencheram os jardins de uma praça com cerca de 1.000 envelopes brancos, com poemas escritos pelos poetas que participaram do festival. Cada envelope tinha uma pequena lâmpada para iluminar as poesias e fazer com que a instalação pudesse ser vista por mais tempo.  As cartas permaneceram por lá durante 3 dias, e na última noite o público podia pegar as cartas e endereçá-las para algum ente querido.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s