Da catástrofe à arte.

Chernobyl na Ucrânia foi palco, há 25 anos atrás, do pior acidente nuclear da história. Um reator da usina da cidade, explodiu e liberou uma quantidade de material radioativo 400 vezes maior que o das bombas de Hiroshima e Nagasaki. As consequências dessa catástrofe são sofridas até hoje em toda a região afetada pela nuvem radioativa que foi liberada pela usina. São milhares de mortes por câncer e anomalias genéticas que ainda castigam os habitantes. A cidade é hoje uma grande vila fantasma, todos os habitantes foram obrigados a abandonar suas casas em um raio de 48km perto da cidade. A partir disso, o fotógrafo David Schindler resolveu visitar a cidade (que hoje virou ponto turístico) para registrar as proporções do acidente, e mostrar com sutileza o quão maravilhosa uma catástrofe pode ser para a arte.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s